FANDOM


Os Três Porquinhos
3pork
Três Porquinhos e o Lobo Mau

Origem:

  • Inglaterra

Escritor(es):

  • James Orchard Halliwell-Phillipps (1986)
  • Joseph Jacobs (1890)

Adaptações:

  • Andrew Lang (1982)
  • Walt Disney Studios (1933)

Personagens:

  • 3 Porquinhos
  • Lobo Mau

Os Três Porquinhos e um conto de bebezinho porcos antropomórficos que constroem 3 casas de diferentes materiais. Um Lobo Mau é capaz de derrubar as primeiras duas casas de dois porquinhos, feitas de palha e de madeira, com o sopro, mas não consegue destruir a casa do terceiro porquinho feita de tijolos.

Versões impressas remontam para a década de 1840 mas pensa-se que a história em si seja muito mais antiga.

É uma lenda no tipo 124 no sistema de classificação Aarne-Thompson n fala sobre nada dos personagens

História Trés porquinhos !Editar

Era uma vez, três porquinhos que viviam numa floresta. Sobre a ameaça de serem devorados pelo Lobo Mau esfomeado que se encontrava nas redondezas decidiram construir uma casa.

Assim os porquinhos partiram à procura de materiais para construir as suas casas. O porquinho mais novo decidiu construir a sua de palha, o do meio de madeira e o mais velho dos três de tijolos e cimento.

Quando o Lobo se aproximou da primeira casa, com o poder do seu sopro derrubou-a num abrir e fechar de olhos, O porquinho mais velho correu aflito pedindo por socorro quando entrou na casa de madeira do irmão. O Lobo tornou a usar o seu sopro destruindo novamente assim a casa.

Os dois porquinho sem ter mais ninguém a quem socorrer esconderam-se na casa de tijolos do seu irmão mais novo. O Lobo quando tentou deitar a casa a baixo com o seu sopro não conseguiu. Desesperado, este lembrou-se de tentar entrar pela chaminé da casa, mas este desconhecia que o porquinho estava a preparar um enorme caldeirão de sopa quente. Assim que o Lobo aterrou no caldeirão a escaldar e foi cozido juntamente com o caldo, deixando assim os porquinhos viverem na casa de tijolos felizes para sempre.

Versão de LangEditar

Nesta versão, o autor titula os porquinhos como Browny (Acastanhado), Whitey (Branqueado) e Blacky (Escurcido). Ele destaca-se por esplorar cada personagem porco, detalhando a interação entre eles. O vilão da história é uma raposa, ao invés de um lobo como no conto original. Blacky, o porco mais novo, resgata o seu irmão e a sua irmã da cova da raposa depois de a matar.

Versão DisneyEditar

Os tres porquinhos 350

Os três porquinhos e o Lobo Mau - Disney

Uma versão bem conhecida da história na qual a produção descreve os porquinhos



como Fifer

Pig (Porco Flautista), Fiddler Pig (Porco Violinista) e Pratical Pig (Porco Prático). Os dois primeiros são retratados como arrogantes. O final da história foi ligeiramente alterado sendo que o lobo não é conzinhado mas arde o rabo correndo a uivar pela floresta.

Foram produzidas três sequelas e mais tarde, em 2001, os três porquinhos e o Lobo Mau tornaram-se personagens regulares da série House of Mouse.

CuriosidadesEditar

  • O conto foi incluído em As rimas da Inglaterra em Lodres e em Nova Iorque na data de 1886 por James Orchard Halliwell-Phillipps.
  • O conto ficou conhecido quando publicado em 1890 por Joseph Jacobs em Contos de Fadas Ingleses.
  • Variações do conto aparecem em Tio Remus: suas canções e provérbios em 1881.
  • Andrew Lang inclui o conto em O livro da Fada Verde mas não revela a fonte, em 1882.
  • Em 1985 Faerie Tale Theater estreia Os Três Porquinhos.
  • Em 1982 é escrita a paródia A verdadeira história dos Três Porquinhos .
  • A canção Verde Jelly de 1992 conta a história em Los Angeles.
  • Em 1993 o livro de crianças Os três lobinhos e o Porco Mau inverte o elenco.
  • Em 2003 a empresa de Flamengo Studio 100 criou um musical chamado Os três Porquinhos.
  • Os três porquinhos e o Lobo Mau fazem parte do elenco do filme Shrek e as suas sequelas,